ARTIGOS

LANçAMENTO DE DARDO
– Havia duas modalidades de lançamento de dardo: em um alvo predeterminado e a distância, sendo essa última praticada no pentatlo. O arremesso de dardo era muito apreciado e praticado pelos guerreiros, que se divertiam disputando entre si. Homero nos narra uma cena em que Aquiles e seus companheiros, os “mirmídones”, arremessam dardos e discos e praticam arco e flecha na praia.
 
Os dardos utilizados em competições eram ligeiramente mais leves e curtos que aqueles que faziam parte do armamento. Para que o dardo percorresse uma distância maior, era utilizado um laço de couro que permitia que os dedos do atleta acrescentassem um impulso extra ao lançamento, além de imprimir um movimento rotatório que ajudava a vencer a resistência do ar. No caso do arremesso a distância, o dardo podia prescindir da ponteira de metal, ao passo que no arremesso sobre um alvo ela se fazia necessária. Olhamos para trás e vimos desta vez a Marina e o Antônio ensaiando o lançamento de dardo. Eles imitavam o movimento em câmara lenta e pareciam ter sido transportados no tempo. Quando viram que os observávamos, fizeram uma graça, como se fossem robôs, após o que retomaram a postura normal e a atenção para com o grupo.

* Artigo foi extraido do livro Uma viagem à Grécia: os jogos olímpicos e os deuses, de Stylianos Tsirakis.

Copyright © 2011 - All Rights Reserved - Areté - Centro de Estudos Helênicos
Rua dos Macunis, 495 São Paulo - SP - Brasil 05444-001
Tel: (11) 3032-3939 | E-mail: secretaria@arete.org.br